Blog

Displasia Coxofemoral, temida pelos grandões!!

Serviços

Displasia Coxofemoral, temida pelos grandões!!

Cães grandes e gigantes tem uma “explosão de crescimento” durante os primeiros meses de vida, quando ossos, articulações e músculos preparam-se para o que serão durante toda a vida. Por isso as doenças ortopédicas tem grande importância, podendo ter consequências ao longo da vida do paciente.

A displasia coxofemoral é a alteração ortopédica mais conhecida e temida dos amantes de cães grandes, alterando o crescimento da articulação do quadril (coxofemoral) e ocasionando no local alterações precoces semelhantes à artrose, pode causar dor, desconforto para caminhar e correr e acompanhar o paciente ao longo de sua vida.

O diagnóstico baseia-se nos sinais clínicos e alterações radiográficas articulares e pode ser feito a partir de 4 meses de idade. Entretanto, pacientes predispostos devem ser acompanhados, no mínimo, até os 24 meses, podendo não desenvolver sinais clínicos precoces.

Pacientes com “grau leve” vivem uma vida quase normal apenas fazendo fisioterapia e recebendo analgésicos e anti-inflamatórios quando necessário. Quadros graves devem ser tratados cirurgicamente e com fisioterapia. A cirurgia mais indicada é a prótese de quadril, que devolve total locomoção e conforto ao paciente, entretanto outros procedimentos cirúrgicos como a denervação acetabular também podem proporcionar conforto e qualidade de vida aos pacientes e seus tutores.

Se você tem um cão grande procure um Médico Veterinário especializado em Ortopedia e informe-se sobre diagnóstico e tratamentos.

Por Médico Veterinário Rodrigo Coliboro

Life Centro Veterinário © Todos os direitos reservados 2019
Desenvolvido por: J2w - Desenvolvimento Web